Partido Alto

.

Concebido em estreita colaboração com Paulinho da Viola, Partido Alto, de Leon Hirszman, o filme é um significativo documento histórico.

Sincera homenagem à ”expressão mais autêntica do samba”, como Candeia define esse gênero musical, marcado por improvisações, o documentário, rodado em 1976,  além de fixar a manifestação de certa pureza musical, a simplicidade e a comunhão da gente do samba com depoimentos marcantes da velha guarda, firma a posição contra a crescente padronização do samba, imposta pelo mercado.

_

Veja também no Caderno ENSAiOS:

Heitor dos Prazeres

Argumento

Matrizes do Samba no Rio de Janeiro

Anúncios

Matrizes do Samba no Rio de Janeiro

Documentário produzido pelo Iphan para o registro do samba no Rio de Janeiro: Partido Alto, Samba de Terreiro e Samba-enredo.
O registro deste bem cultural ocorreu em 20/11/2007.

E a bolinha de papel caiu no samba

Bolinha de Papel

Autor: Tantinho da Mangueira e sambistas do Rio

Deixa de ser enganador

Pois bolinha de papel

não fere e nem causa dor

Deixa de ser…

(bis)

Um homem forte, de tamanha natural

Como pode uma bolinha, lhe mandar pro hospital?

O factóide ao perceber que perdeu

Entra logo em desespero, foi o que aconteceu”

Deixa de ser…

Deixa de ser enganador

Pois bolinha de papel

não fere e nem causa dor

Deixa de ser…

(bis)

Cara de pau sempre existiu por aí

Uma bola de papel, lhe mandar pro CTI

Me engana!, já diz a rapaziada

Foi sentir 20 minutos após levar a bolada

Deixa de ser…

Deixa de ser enganador

Pois bolinha de papel

não fere e nem causa dor

Deixa de ser…

(bis)

É bom que saibam que não estamos em guerra

Que em 31de outubro esta história se encerra

Pra aparecer, pede que turma te filma!

Um homem deste tamanho

Com tanto medo da Dilma!

Deixa de ser…

Deixa de ser enganador

Pois bolinha de papel

não fere e nem causa dor

Deixa de ser…

(bis)

Os assinantes da mensagem são bambas. Entre outros, Nelson Sargento (Mangueira), Martinho da Vila, Gisa, Dudu Nogueira (o grande cantor, sobrinho de João Nogueira), Noca da Portela,  Monarco (Velha Guarda da Portela), Moacyr Luz, o conjunto de choro Galo Preto, os representantes  dos melhores blocos de rua (Simpatia é quase Amor, Barbas, do filho de Nelson Rodrigues, Bola Preta, Carmelitas  e ele, quem não poderia faltar:  Alfredo Mello, o Alfredinho, o Neném do Bip Bip (no violão, Flavinho).